HISTÓRIAS

Fb542caa-a604-4649-b991-f7d94c6acffd_thumb Henrique 10/10/2019 00:12
Ultraresistente_thumb
Temasmedalhas_testadores2016_lugar_original
Estava jogando numa tarde de quarta-feira com Daniel. Eu já sacava que ele há muito tempo queria algo comigo, mas nunca nenhum de nós havia se manifestado. Ele jogava no meu time e ocupava a posição de levantador, enquanto eu era o ataque. Daniel tem 21 anos, morava com sua irmã, pouco peludo, malhado por sinal, cara de safado, moreno gostosíssimo.
Depois do jogo (que por sinal acabou à noite), fomos até um barzinho comemorar a vitória sobre os times adversários. Daniel só me observava de canto e eu só na dele fingindo que nem olhava. Foi a deixa quando Daniel passou por trás de mim e encostou seu pau que estava já duro fingindo só apenas passar. Eu notei rapidamente, mas não falei nada.
Logo após chega um torpedo de Daniel dizendo que queria me encontrar na casa dele. Eu já sabia o que rolaria, mas deixei levar. Pedi licença para o pessoal dizendo que estava cansado e queria ir pra casa. Despeço-me dos outros e sigo na minha moto até a casa de Daniel. Chegando lá, ele me espera na porta da frente de sua casa, ainda com a mesma roupa do jogo, e todo suado. Ele convidou-me para entrar.
Daniel não parava de pegar no pau, que já estava durão e eu notava isso. Ele disse que havia algo que sempre tinha vontade, mas tinha medo de eu não querer. Perguntei a ele o que o incomodava, pois não parava de segurar no pau.
– Dan, o que foi cara? Parece que vai rasgar o short com seu pau, cara.
– Que isso, só seguro, pois não estou mais aguentando.
– Aguentar o quê, quer mijar, é isso?
– Não, quero enfiar na sua boquinha.
Ele foi até a gaveta encostada à TV e retirou uma camisinha prudence colocou-a no pau me comeu gostoso

Entrar

Participar

Aceito Li e aceito o Regulamento e os Termos e Condições.